Quarta, 24 Abril 2019 21:58

Procuradoria auxilia professor que se sentir lesado pelo Bônus

Avalie este item
(0 votos)

Os professores que se sentirem lesados de alguma forma com o pagamento do Bônus realizado nesta terça-feira (23) pela Secretaria da Fazenda e Planejamento, em folha suplementar, podem entrar em contato com a Procuradoria. O setor responsável pela vida funcional dos associados estão à disposição para analisar holerites. Conforme noticiado mais cedo, alguns profissionais identificaram alta dedução de Imposto de Renda.


A Procuradoria presta atendimento pelo e-mail legislacao@cpp.org.br ou telefone (11) 3340-0500.


Posição contrária


A diretoria do Centro do Professorado Paulista vem desde 2008, quando o bônus foi implementado pelo então governador José Serra (PSDB), numa luta contínua contra esse método de bonificação. O percentual geralmente pago aos professores é muito abaixo do esperado. Neste ano, por exemplo, fica aquém do reajuste reivindicado, já que o quadro do magistério paulista não recebe aumento há 5 anos.

 

O CPP continuará na luta por reajuste digno e valorização do magistério.

2 comentários

  • Link do comentário Maristela Vieira Jardim Sousa Quarta, 01 Maio 2019 10:05 postado por Maristela Vieira Jardim Sousa

    O mais triste é trabalhar anos e anos com um salário defasado ,onde você não consegue prever nada para seu futuro.Entra governantes e sai ,e nenhum faz nada,apenas destrói nossos sonhos ,com leis que tiram o pouco que temos.Não tem aumento do piso salarial,o bônus é uma safadeza com desconto abusivo do imposto de renda.Trabalho em dois horários.Tive descontos do imposto de renda maior que meus salários.Pra quem vai esse imposto?So trabalho ,não tenho nada,pago imposto do que?Isso é mais uma corrupção ,pois nunca podemos receber o valor nem no salario mensal, nem nas" premiaçoes". nem na aposentadoria.Não há dignidade,respeito,ética,dos governantes corruptos,entrando ricos no poder e saindo bilionário.Cadê o nosso?O fruto do trabalhos hárduos e honestos?So trabalhamos por vocação.?O salário está sendo uma esmola .Não temos apoio de ninguém,nada é feito.Quantos anos nesse impasse .Quantos governadores entraram e saíram e nada foi feito.Agora elegem eles pra presidência também.Por isso que o país está na miséria.Só eles tem aumento,e o povo pagando tudo.Quem está recebendo nosso dinheiro não tem resolvido nada ao nosso favor.Só está tão dando,nada resolvido.Chega ....Estou muito indignada,sem vontade de continuar.Pois nossas lutas ,estão a espera de soluções concretas,só promessas,não resolve.Nem acredito que sindicatos resolvam ,pois nossa espera não é de hoje.Muitos professores morreram nos últimos anos sem receber o que cobraram.E aí?

  • Link do comentário ALEX MENDES DE ASSUNCAO Segunda, 29 Abril 2019 19:14 postado por ALEX MENDES DE ASSUNCAO

    Rossieli Soares afirmou, por vezes, que o aumento na remuneração dos professores é "importante", mas ainda não há um índice definido. Tem sim senhor secretário e a justiça já definiu 10,15% já com perdas e atrasos. Mas vocês não obedecem,e tem o carácter de mencionar que o poder emana do povo. Do povo se emana a tristeza e dor, mãos calejadas. Do povo emana as migalhas deixadas por seus representantes. Os direitos do povo começa quanto termina as luxurias de nossos corruptíveis. Cadê nosso aumento...?

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.