Terça, 21 Abril 2020 11:59

Replanejar o quê, senhor secretário da Educação?

Avalie este item
(27 votos)
Replanejar o quê, senhor secretário da Educação? Professora em sistema EAD/Reprodução

Apesar de crítico às atividades, CPP orienta que professores participem do Replanejamento para ficarem por dentro do modelo; também há preocupação com estudantes

Quando falamos em REPLANEJAR, pensamos em reformular planos previamente ajustados, correto? ERRADO. Ao menos isso não é o que está para acontecer na Rede Estadual de Ensino de São Paulo.

Previsto para os próximos dias 22, 23 e 24 de abril, o Replanejamento para o Ensino a distância, em tempos de covid-19, no entender de nossos educadores não passará de grande falácia.

Certo que nunca havíamos passado por situação tão caótica como a atual, momento de pandemia, em que o isolamento social se faz necessário. Entretanto, mesmo dentro desse quadro, por mais novo que seja, caberia aos nossos governantes PLANEJAREM melhor seus atos, de modo a minimizar os prejuízos para os profissionais da educação e para os estudantes, evitando assim que as coisas fiquem piores do que já estão sendo.

Infelizmente, não é o que ocorrerá com a educação do estado de São Paulo.

Em apenas três dias, a Secretaria da Educação (Seduc) pretende formar TODOS os professores e demais profissionais na modalidade EAD (Ensino a distância) – TRÊS DIAS, os senhores realmente leram certo.

Agora, fica a pergunta: como pensar que toda uma rede, do tamanho da do nosso estado, estará preparada para funcionar em TRÊS dias em um sistema que jamais foi pensado, discutido e avaliado?

Por que o governo, em vez de antecipar as férias dos professores e o recesso escolar, não aproveitou o período para promover o devido treinamento à categoria? O prejuízo seria bem menor, e os professores estariam se sentindo muito mais preparados, não na atual crise de insegurança, de COMO FAZER.

Como pretende o governo que TODOS os profissionais ministrem aulas online, pelo sistema do Centro de Mídias, quando muitos sequer têm os equipamentos necessários para tal? Não deveria o estado ter equipado esses professores, já que salário é VERBA ALIMENTAR, e não VERBA PARA MATERIAL DE TRABALHO?

Mas muito bem. Esse é o quadro triste que temos em nossa educação. Os professores deverão participar do Replanejamento nos próximos dias para que, minimamente, aprendam como será esse sistema de ensino, sob pena de, não o fazendo, terem seus dias descontados.

MUITOS ESTÃO NA DÚVIDA SE DEVEM OU NÃO PARTICIPAR. ORIENTAÇÃO DO CPP É DE QUE PARTICIPEM DO REPLANEJAMENTO 

No dia 27, o ano letivo retorna virtualmente. Como os professores irão ministrar suas aulas se não souberem o mínimo?

O fato de a orientação do CPP ser pela participação no Replanejamento em nada quer dizer que a entidade concorde com o método empregado pelo governo. Mas, se de um lado nos preocupamos com a forma empregada e com nossos associados, por outro, como educadores que somos, temos que pensar também nos estudantes. Nesse quadro desolador de covid-19, procurarmos fazer nossa parte, mesmo que pequena, de forma a minimizar seus efeitos na sociedade.

O CPP cobra da Secretaria da Educação não só um olhar mais atencioso para o que está acontecendo, bem como para o que irá acontecer: como será controlada a jornada do professor? Como será o apontamento de eventuais faltas? Como será controlada, até mesmo, a assiduidade dos alunos? Enfim, como tudo isso irá acontecer?

Paralelamente a isso, o CPP se coloca à total disposição de seus associados para que, quando retornarmos às atividades normais, aqueles que se sentirem prejudicados de alguma forma durante esse período de isolamento, pandemia, aulas a distância etc., procurem nossos serviços para que possamos ajudá-los.

Essa é nossa função. E você, associado, não está sozinho.

48 comentários

  • Link do comentário Wagner Pulzi Sábado, 25 Abril 2020 15:09 postado por Wagner Pulzi

    Eu participei do replanejamento, mas as dúvidas são:
    - App instável. Até conseguimos acompanhar pelo Facebook, mas como será marcada a presença? Eles disseram que é possível pela conexão, afinal, é possível marcar o tempo que se fica logado. Contudo, com o app instável, como fizeram isso? Em relação ao Facebook, pudemos usar o chat e sinalizar com "joinhas" durante os vídeos, mas será que isso será computado?
    - O maior medo dos professores, acredito, é justamente essa questão da presença. Ninguém quer sair prejudicado. Fora a questão da qualidade da conexão, onde mesmo o secretário afirmando que não será cobrado, é melhor por Wi Fi, onde não ficou claro se, nesse caso, as operadoras saberão que trata-se de um app específico. Se depender dos dados móveis, primeiramente eles precisam ser ativados. Em um caso como o meu, onde o plano é pré-pago, há a necessidade de se ativar para usar, o que já onera pela simples ativação. Em minha residência o sinal oscila muito. Logo, precisamos do Wi Fi da operadora e, acessando pelo Facebook, gasta-se a franquia e nem sabemos se tivemos a presença computada.
    - E mesmo após a fala do Secretário, ainda não ficou claro questão dos readaptados. Como se dará a presença? Qual será exatamente nossa função na parte pedagógico, já que essa ainda é nossa função?
    Não creio que todos ainda estejam preparados para isso e muitas crianças já estão fartas de ficarem em casa. Uma vantagem foi percebida nisso tudo. Nada nunca substituirá o ensino presencial!!!

  • Link do comentário Mustapha Hussein Kassem Quinta, 23 Abril 2020 15:18 postado por Mustapha Hussein Kassem

    O problema é que isso foi feito muito rápido e a estrutura não é das melhores, isso só com os professores, agora imagine na próxima semana quando os alunos de toda rede irão acessar. Meu temor maior vai ser quando o aluno acessar e não conseguir,é perigoso ele abandonar a escola.
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário Eli Quinta, 23 Abril 2020 12:11 postado por Eli

    Aqui no DF estamos passando pela experiência em EaD.... mtas críticas tb..., mas p q não oferecer à rede pública o mínimo de conteúdo acadêmico aos nossos alunos qdo a rede privada já vem oferecendo muito antes?
    É justo o não oferecimento, mesmo q ainda em fase de teste?
    Já nao basta a disparidade da qualidade c as redes privadas?
    Outra questão... aqui as aulas são oferecidas como algo a mais... não serão computadas como dia letivo... fica a dica.
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário Isabel Cristina Quinta, 23 Abril 2020 07:34 postado por Isabel Cristina

    Como eles iriam nos ensinar nas férias se não tinham a menor ideia de que isto iria ocorrer? E a plataforma que criaram, quando teriam feito? Mesmo com este tempo de férias a plataforma ainda tem defeito? O momento, penso é de agregar soluções para a educação já tão precária e não criticar, de ideias vá ajudar o secretário da educação, os professores, disponibilize equipamentos e tempo para nós, abraço.
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário Márcia Aparecida Beltrame da Silva Quinta, 23 Abril 2020 00:39 postado por Márcia Aparecida Beltrame da Silva

    Muito bem colocado, meus parabéns, Srs e Sras do CPP, estamos mesmo perdidos. Sinto com suas palavras que não estamos sozinhos nessa enxurrada de novidades, não tem pra onde correr.

    Usando nosso celular particular, nossa internet, ontem ficamos das 8h às 13h10, logo em seguida 14h inicio novamente e fomos até 16h50.

    Hoje 23 e amanhã 24...será mesma sequência.

    Minha assimilação, sinceramente, existem muitas lacunas a serem preenchidas e entendidas.
    Um abraço me senti muito segura com essa posição de vcs, sou uma associada também.
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário Aneluce Gonçalves Cunha Quarta, 22 Abril 2020 21:45 postado por Aneluce Gonçalves Cunha

    Meus alunos 70%vem de ônibus pra escola pq mora em sítio, não tem internet e nem celular. A cidade que eu moro em Biritiba mirim os professores moram em sítio e como vai fazer pra ter aula on-line???
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário Marileni Mariotto Quarta, 22 Abril 2020 19:02 postado por Marileni Mariotto

    Prezados: gostaria de receber uma orientação, se possível. Sou professora e estou com receio de retornar às atividade, pois sofro de bronquite asmática e portanto , me preocupo com os riscos que corro ao ministrar aulas com classes superlotadas. Obrigada Marileni
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário monica grespan Quarta, 22 Abril 2020 16:52 postado por monica grespan

    O povo que reclama. Senti firmeza na fala do secretário, estão fazendo o possível para não perdermos o ano. Estamos recebendo em casa. O que mais querem?
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário luiz rubens lazaro melchior Quarta, 22 Abril 2020 16:47 postado por luiz rubens lazaro melchior

    Os alunos mau presta atenção nas aulas com presença imagina pela internet só o governo com isso.
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário CAMILA GARCIA PEREIRA Quarta, 22 Abril 2020 16:43 postado por CAMILA GARCIA PEREIRA

    Nós professores estamos desde as 8 da manhã tentando acessar esse app CMSP, e desde então com muita instabilidade, outros professores as salas não abrem, outros nem aparece, informações desencontradas.....
    Entendo toda a preocupação para que o ano letivo não seja perdido, mas fazer algo com tanta bagunça também chega a ser desnecessário!!!!!!
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.