Segunda, 18 Maio 2020 08:02

Declaração do IRPF poderá ser feita a distância no CPP

Avalie este item
(2 votos)

Em função da pandemia de Covid-19, Sede Central e Subsede Leste realizam serviço remoto


O novo coronavírus alterou a rotina de toda a população mundial, com as determinações de quarentena. Em São Paulo, o estado, abrangendo todos os 645 municípios, está sob decreto de isolamento social até 31 de maio, período em que o CPP estará fechado.

"Não esperávamos passar por isso, nunca. Mas o CPP continua aqui, firme, na luta contra a problemática dessa doença que pegou o mundo de surpresa. Não funcionamos presencialmente, mas por telefone e online, para atender aos nossos associados da melhor maneira", diz a terceira vice-presidente, Maria Lucia de Almeida.

Isso mudou a forma de realização de alguns serviços oferecidos pela entidade, caso da declaração de Imposto de Renda Pessoa Física 2020, que será realizado a distância. Convém lembrar que a situação de calamidade pública também levou a Receita Federal a ampliar o prazo para a entrega da declaração, que agora vai até 30 de junho.

Duas unidades do CPP realizam a declaração para os associados: a Sede Central e a Subsede Leste. Os documentos deverão ser enviados pelo sistema (Sede Central) ou e-mail (Subsede Leste), devidamente digitalizados, e haverá atendimento telefônico para tirar dúvidas. Veja como proceder.

SEDE CENTRAL

> Faça seu agendamento pelo site. O período vai de 22 de maio a 25 de junho;
> Digitalize todos os documentos e anexe-os também no site;
> Dúvidas podem ser tiradas pelo telefone (11) 3340-0500, opção 1, das 10h às 16h.


SUBSEDE LESTE

> Agende pelos telefones (11) 2031-5453 ou 2031-2880, das 10h às 16h. O período vai de 22 de maio a 25 de junho;
> Digitalize todos os documentos e encaminhe-os para o e-mail subsedeleste@cpp.org.br;
> No título do e-mail, coloque "Imposto + CPF + Nome".

ATENÇÃO: os documentos podem ser digitalizados por scanner ou foto de celular, desde que imagem de boa qualidade, que permita visualização e leitura de todos os itens.

OBRIGAÇÕES

Deve declarar o Imposto de Renda neste ano quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2019. O valor é o mesmo da declaração do IR do ano passado.
 

A principal alteração alteração estabelecida em 2020 é o fim da dedução de até R$ 1.251 para quem contratou empregados domésticos no ano passado. A mudança ocorre devido à não ampliação da legislação que amparava o benefício, que tinha validade até o ano-calendário 2018 e, até o momento, não foi prorrogada.
 

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

1) Cópia do Imposto de Renda do ano anterior;

2) Informe de Rendimento das Fontes pagadoras;

a) Ativo: Governo do Estado de São Paulo - PRODESP;

b) Aposentado: São Paulo Previdência - SPPREV;

3) Comprovante de pagamento de Ações Judiciais de 2019;

4) Aposentadoria INSS e/ou Pensão;

5) Comprovante de recebimento de aluguéis;

6) Outros Rendimentos.

 

DESPESAS COM SAÚDE, EDUCAÇÃO E EMPREGADA DOMÉSTICA

1) Informe de rendimento do plano de saúde com nome, CNPJ e valores pagos em 2019;

2) Recibos médicos e odontológicos de 2019;

3) Despesas com educação;

 

OBSERVAÇÕES

1) Se declarar dependentes que trabalharam em 2019, acrescentar aos seus rendimentos: nome, CPF e data de nascimento dos dependentes, quando houver;

2) Dependente: é obrigatório o CPF na declaração;

3) Haverá triagem dos documentos.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.