Quarta, 11 Julho 2018 12:15

Centro de Memória Bunge expõe início da carreira de Pelé

Avalie este item
(0 votos)

Exemplar da Revista Atualidades SANBRA, publicada em 1968, tem fotos do Pelé durante campeonato infanto-juvenil da década de 50
 

O Centro de Memória Bunge guarda um exemplar histórico da Revista Atualidades SANBRA, sobre a passagem do Rei Pelé, aos 11 anos, pelo Bauru Atlético Clube (BAC), time de futebol amador da cidade de Bauru, no interior paulista, que revelou o maior jogador da história do futebol. O BAC, ou Baquinho, como era carinhosamente chamado pelos jogadores, foi formado por um dos colaboradores da antiga Sociedade Algodoeira do Nordeste Brasileiro (SANBRA), controlada pela Bunge no Brasil.
 

No exemplar preservado pelo Centro de Memória Bunge estão imagens de Pelé durante o campeonato infanto-juvenil de futebol na década de 50, pouco tempo antes de ser levado para o Santos Futebol Clube, foto da primeira carteirinha do Rei e duas entrevistas históricas: uma com Antônio Mendes Gonçalves, o funcionário da SANBRA que ficou impressionado quando encontrou Pelé jogando bola na rua e decidiu convidá-lo para jogar no BAC; e outra com o Rei Pelé, que conta como foi o início da sua carreira no futebol.
 

“Dentre as muitas façanhas de nosso time, lembro-me de uma: a nossa primeira participação no campeonato dos ‘Pés Descalços’. Assim eram chamados, em Bauru, todos os times que, como o nosso, tinham camisas e calções, mas não tinham meias e chuteiras. As bolas eram conseguidas juntando álbuns de figurinhas”, conta Pelé em um dos trechos da entrevista concedida à Revista Atualidades SANBRA.
 

Sobre o Centro de Memória Bunge

Além de recontar os mais de 100 anos da Bunge no Brasil, o Centro de Memória Bunge contempla temas como a história da propaganda no Brasil, da industrialização brasileira, do agronegócio e da navegação no Brasil. O local conta com atividades gratuitas como atendimento a pesquisa, exposições temáticas, visitas técnicas e benchmarking, além de promover anualmente jornadas culturais, palestras e oficinas gratuitas com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação de acervos históricos e patrimoniais.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.