Quarta, 17 Maio 2017 16:29

Escola de Guarulhos reduz em 80% o desperdício de alimentos

Avalie este item
(0 votos)

A escola EPG Manoel Bomfim, de Guarulhos (SP), ao participar do programa Nutrir Crianças Saudáveis, desenvolveu uma competição positiva entre os alunos para alertar sobre o desperdício de comida e reduziu em 80% a quantidade de alimento do refeitório que ia para o lixo. Iniciativa da Fundação Nestlé Brasil, atua na disseminação de conhecimento para auxiliar na promoção de hábitos mais saudáveis a partir da alimentação balanceada combinada com a prática de atividade física.

 

O projeto, comandado pela vice-diretora Jozana Carla Soares Bomfim, nasceu após a constatação de que mais de 10 kg de alimentos eram jogados fora diariamente na cozinha e no refeitório da escola todo dia. Para mudar esse cenário, a escola reunia as crianças para conversar sobre os problemas relacionados ao desperdício de alimentos e implementou uma forma de reconhecer boas práticas de maneira lúdica: todo dia, a sala que menos desperdiçasse alimentos receberia um selo com uma “carinha feliz”.

 

Como resultado, a quantidade de resíduos gerados diariamente no almoço passou a ser entre 1,5 kg e 2 kg. Esse foi apenas um dos desafios realizados que levaram a EPG Manoel Bomfim a ser a escola vencedora do Prêmio Nutrir nas Escolas na cidade de Guarulhos (SP). “Sabemos que mudanças de hábitos são difíceis, por isso o Nutrir Crianças Saudáveis foi tão importante. Toda escola estava engajada e consciente sobre a importância da alimentação e o combate ao desperdício”, explica a Jozana.

 

O Nutrir Crianças Saudáveis promove há 18 anos projetos voltados à educação alimentar para educadores e merendeiras nas escolas da rede municipal de ensino e tem como objetivo gerar reflexão e conhecimento sobre a importância dos valores simbólicos da alimentação. Mais que nutrir, se alimentar é uma forma de interação social e as refeições estão vinculadas a vivências que geram emoções e sentimentos.  

 

Em 2016, o Programa Nutrir Crianças Saudáveis, capacitou 1.000 educadores em mais de 70 capacitações, levando sempre temas de educação alimentar, técnicas de culinária e nutrição, acompanhadas por um time de especialistas no assunto. Desde sua criação, em 1999, já capacitou 22 mil educadores e impactou mais de 3,1 milhões de crianças em mais 9 mil escolas públicas de todo o Brasil.

 

Em parceria com as secretarias municipais de educação, o programa contribui para a capacitação de profissionais – professores em geral, educadores físicos, cozinheiras e nutricionistas – dentro dos pilares nutrição, educação e atividade física.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.