Segunda, 09 Outubro 2017 12:44

Professora que privou-se da vida para salvar alunos é homenageada

Avalie este item
(2 votos)
Professora que privou-se da vida para salvar alunos é homenageada Foto: reprodução/Facebook

O Presidente Michel Temer concedeu à professora Heley de Abreu Silva Batista, que morreu no incêndio na creche de Janaúba, em Minas Gerais, a Ordem Nacional do Mérito.
 

"A homenagem é concedida a pessoas que deram exemplos de dedicação e serviço ao País e à sociedade brasileira", escreveu em nota a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. "Este é o caso da Professora Heley Batista, que sacrificou sua própria vida para salvar a vida de seus alunos, em um gesto de coragem e de heroísmo que emocionou a todos", completou.
 

No sábado (7), Temer já havia tuitado acerca da professora afirmando que Heley impediu que a tragédia na creche fosse ainda maior. "Meus sentimentos pelo falecimento da professora Heley de Abreu, que pôs sua própria vida em risco para ajudar as crianças em Janaúba (MG)", escreveu Temer em sua conta no Twiter. "Sua coragem impediu que a tragédia fosse ainda maior. Um ato que não será esquecido pelos brasileiros. Meus pêsames à família de Heley."
 

A professora ficou conhecida por ter conseguido salvar boa parte das crianças que estavam na creche Gente Inocente e também lutado contra o vigilante Damião Soares dos Santos, de 50 anos, homem que provocou o incêndio responsável pela morte de 10 pessoas.
 

Entre os colegas de profissão, Helley é definida como uma guerreira, que sempre cuidou dos seus alunos com muita dedicação. "Ela era muito cativante, alegre e conseguia envolver cada aluno com seu olhar peculiar. Ser professor é ser Helley Abreu", disse Eliane Faria, pedagoga que trabalhou como supervisora em uma escola onde a Helley lecionou, em 2016.
 

A professora era casada e deixa três filhos, de 1, 11 e 13 anos. "Ela era alegre, de bem com a vida. Cheia de fé e esperança. Era isso que tinha, muita esperança. Estou desolada como amiga e colega de profissão. Helley lutou até o fim", conta a pedagoga Elisdete Souza da Silva.
 

Segundo a Prefeitura de Janaúba, Helley era contratada pelo município desde 2016 e neste ano começou a trabalhar na creche onde ocorreu a tragédia.  

 

A creche Gente Inocente, em Janaúba, vai ganhar um novo nome quando for reaberta. A Prefeitura da cidade do Norte de Minas Gerais vai homenagear uma das vítimas do incêndio e mudará o nome da unidade para Helley de Abreu Silva Batista


O Centro do Professorado Paulista solidariza-se com todas as famílias enlutadas e compadece-se pela perda da professora Heley de Abreu Silva Batista, que nos deixa com um inigualável exemplo de coragem e dedicação ao privar-se de sua vida para salvar os seus alunos.
 

Com informações do G1 e Estadão e Globo

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.