Sexta, 09 Março 2018 17:05

Iamspe esclarece dúvidas sobre doação de sangue

Avalie este item
(1 Voto)

O ato de doar sangue, apesar de extremamente importante para a vida de muitas pessoas, é assunto que gera dúvidas. Pessoas questionam a segurança do processo, outras desconhecem os requisitos para se tornar doador e há até quem pense que doação afina o sangue. Diante disso, o Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) tem reproduzido esclarecimentos básicos que podem ajudar, e muito, a acabar com alguns mitos e consequentemente a salvar vidas. 

Doar sangue é seguro?
Doar sangue não oferece riscos ao doador porque nenhum material usado na coleta do sangue é reutilizado, eliminando assim qualquer possibilidade de contaminação de forma que a segurança na coleta de sangue é absoluta. 

Que quantidade de sangue é doado?
Uma pessoa adulta tem em média 5 litros de sangue. Em cada doação o máximo de sangue retirado é de 450 ml. 

Quem doa sangue uma vez é obrigado a doar sempre?
Não, doar sangue não cria dependência no organismo da pessoa. É um ato voluntário e que só depende da pessoa voltar ao hemocentro, dentro do prazo mínimo de espera previsto, para fazer isso mais uma doação.

Doar sangue engrossa ou afina o sangue ?
Ao doar, o sangue não sofre qualquer alteração.

Quantas vezes por ano uma pessoa pode doar sangue?
O homem pode doar de 2 em 2 meses, no máximo 4 vezes ao ano. Já a mulher somente de 3 em 3 meses, com no máximo 3 doações anuais. 

Qual é o tipo de sangue mais importante ?

Todos. Não há tipo de sangue mais importante do que outros. Todos são importantes para salvar vidas.


Fonte: Iamspe e Blog da Saúde (Ministério da Saúde)

1 Comentário

  • Link do comentário Milton de Souza Mello Sexta, 09 Março 2018 19:36 postado por Milton de Souza Mello

    É bom lembrar que quem doa sangue tem dispensa o trabalho no dia da doaçào!

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.