Quarta, 10 Outubro 2018 17:35

Interesse por curso que forma professores de Português cai 30%

Avalie este item
(0 votos)

Análise de dados coletados pelo Inep desde 2010, feita pela plataforma Quero Bolsa, constatou que houve queda de 9% no total de alunos que iniciam cursos de licenciatura

 

Quase 48 mil alunos a menos. Este é o saldo dos ingressantes em cursos superiores de licenciatura, destinados à formação de professores e representa uma redução de 9,36% entre 2010 e 2017. Para chegar a essa conclusão, a equipe do Quero Bolsa, plataforma para inclusão de estudantes no ensino superior com bolsa de estudo, analisou os dados do Censo do Ensino Superior, do Ministério da Educação, nos últimos oito anos. O levantamento mais recente, referente a 2017, teve seus microdados divulgados nos últimos dias.

 

O curso de Letras, que forma professores de língua portuguesa e língua estrangeira, foi o que teve a maior perda de alunos, tanto em valores absolutos quanto em termos percentuais. São 28 mil alunos a menos em 2017 na comparação com 2010, ou seja, uma queda de 30,38% no total de novas matrículas. Há também menos interessados em cursar Geografia (-27,91%), Matemática (-20,30%), História (-18,75%), Filosofia (-15,12%), Ciências Biológicas (-15,10%) e Química (-6,20%).  Houve crescimento em apenas três cursos, mas em patamares muito menores: Física (5,25%), Pedagogia (4,09%) e Educação Física (1,43%).
 

“A desvalorização da carreira docente, os baixos salários, a falta de infraestrutura nas escolas públicas e até a violência contra professores, como o recente caso ocorrido no estado do Rio de Janeiro e amplamente divulgado pela imprensa, são fatores que explicam esse movimento, que afeta o alicerce da sociedade, a formação de professores para a educação básica”, diz Marcelo Lima, diretor de relações institucionais do Quero Bolsa. O executivo destaca que os cursos menos procurados se mantêm vivos graças às faculdades públicas, com a oferta de vagas. “O caso do curso de Física é emblemático. Nenhuma instituição privada de ensino matriculou alunos nesta área de conhecimento em 2017. A rede particular oferece em larga escala apenas os cursos mais demandados, Pedagogia e Educação Física, e há ainda oferta relevante para Letras, Matemática e Ciências Biológicas”, complementa o executivo.


O desinteresse pelos cursos de licenciatura vem sendo acompanhado pela plataforma Quero Bolsa desde 2014. Semestre a semestre são verificados os cursos mais buscados no site por estudantes de todas as regiões do País. Neste período, apenas Pedagogia e Educação Física figuram entre os 18 cursos mais demandados na procura de bolsas de estudo. A lista, encabeçada por Direito, tem 14 bacharelados, dois cursos para formação de tecnólogos e as duas licenciaturas citadas acima.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.