Terça, 08 Janeiro 2019 15:11

Schneider deixa comando da Rede Municipal de São Paulo

Avalie este item
(0 votos)
Schneider deixa comando da Rede Municipal de São Paulo Foto: reprodução/Facebook

João Cury Neto, ex-secretário de Educação do estado de São Paulo, assume a pasta


Curta nossa página no Facebook

O prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), exonerou Alexandre Schneider da Secretaria Municipal de Educação (SME). Agora, a pasta será chefiada por João Cury Neto, ex-secretário estadual de Educação (gestão Márcio França). A mudança foi publicada hoje (8) no Diário Oficial da Cidade de São Paulo.

Em sua página oficial no Facebook, Schneider postou agradecimento pelo período em que esteve à frente da pasta e reforçou que segue novo rumo feliz, uma vez que contribuiu, segundo ele, para a melhora da vida de milhares de crianças e jovens. "A lista de realizações é imensa e não é minha. É da rede. E de todos os meus colaboradores, que são funcionários públicos." Ele também disse estar feliz por ser substituído por João Cury e desejou sucesso à Rede.

Confira a postagem:

Seguimos.

Hoje me despeço da Rede Municipal de Ensino. Uma rede que aprendi a respeitar e amar, lá no chão da escola como aqui nas redes sociais, onde sempre me relacionei de perto com os seus profissionais, respondendo críticas e elogios indistintamente.

Nessa passagem mais recente, iniciada em 2017, os tempos foram duros: crise econômica, falta de 5 mil professores no início do ano letivo, orçamento apertado e muitas condições adversas. Em nenhum momento lancei mão do surrado discurso da “herança maldita”. Sempre reconheci a transição correta realizada pela gestão que nos antecedeu, que não escondeu nenhum problema que iríamos encontrar. Não destruí o que encontrei. E nem deixei de reconhecer o que de bom tivesse sido realizado. A administração pública é uma corrida de revezamento.

Alcançamos com seis anos de antecedência as metas de matrículas em creche, com o dobro da cobertura do Brasil e do estado de São Paulo. Universalizamos a pré-escola. Reduzimos o número de alunos por sala no ensino fundamental. As crianças estão sendo alfabetizadas um ano mais cedo. - já são 92% ao final do segundo ano! Fizemos um ajuste nas contas que possibilitou a nomeação de 14 mil profissionais, a criação de 50 mil vagas em creche, a retomada de dezenas de obras de CEUs e escolas paradas, a compra de mais de 24 mil computadores e a garantia de aumento salarial dos profissionais. Implantamos o primeiro currículo alinhado à BNCC e às ODS da ONU. Implantamos a avaliação externa. Batemos pela primeira vez a meta de alimentos oriundos da agricultura familiar. E nada menos do que Sir Paul Mccartney virá ao Brasil elogiar nossa segunda sem carne...

A lista de realizações é imensa e não é minha. É da rede. E de todos os meus colaboradores, que são funcionários públicos. Que trabalharam até tarde e nos fins de semana tendo como único prêmio melhorar as condições de nossas escolas e nossas crianças e adolescentes. A todos eles, meu agradecimento.

Agradeço ao Prefeito Bruno Covas, que sempre nos apoiou, a oportunidade de ter sido Secretário de Educação da minha cidade. Dois terços de todas as matrículas de creche entregues na cidade foram feitas nas minhas duas gestões. Mais da metade dos CEUs existentes. E tantos outros projetos.

Sigo um novo rumo, feliz. Por ter contribuído para a melhora da vida de milhares de crianças e jovens. E por sair da vida pública sem um único processo, morando na mesma casa e tendo no meu trabalho meu meio de sustento. Fico feliz em ser substituído pelo João Cury, ex-prefeito de Botucatu e ex-Secretário do Governador Márcio França. Torço por ele e pelo sucesso da Rede. Um abraço, Alexandre.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.