Sexta, 01 Março 2019 09:52

PL divide sobra do Fundeb entre profissionais de escolas públicas

Avalie este item
(1 Voto)
Para JHC, a proposta é um passo "no longo e árduo caminho de valorização da profissão" Para JHC, a proposta é um passo "no longo e árduo caminho de valorização da profissão" Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O Projeto de Lei 10880/18 destina recursos do Fundo de Manutenção da Educação Básica (Fundeb) não utilizados para pagar profissionais do magistério (diretor, coordenador pedagógico, professor, etc) de educação básica da rede pública de ensino. Pela proposta, o valor não será incorporado ao salário dos servidores.

A sobra orçamentária será dividida por quem estiver em exercício, de acordo com os meses trabalhados. A proposta, de autoria do deputado JHC (PSB-AL), inclui a regra na lei do Fundeb (11.494/07).

Para JHC, sem valorização dos professores não há qualquer possibilidade de desenvolvimentos da qualidade do ensino e dos índices educacionais. “O trabalho fundamental por eles exercido não é devidamente remunerado e nem valorizado.”

 

Fonte: Agência Câmara Notícias'

 

5 comentários

  • Link do comentário Eulália de Fátima Acácio de Vasconcelos Sexta, 22 Março 2019 09:52 postado por Eulália de Fátima Acácio de Vasconcelos

    E os aposentados em agosto de 2018? Terão direito? Aguardo contato
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário Adriano Douglas Raimundini Segunda, 11 Março 2019 16:47 postado por Adriano Douglas Raimundini

    O deputado podia incluir na lei o afastamento da sala de aulas dos professores eleitos para compor o conselho do Fundeb. Nos conselheiros estamos recebendo a cada dia mais responsabilidade do FNDE.

  • Link do comentário Rosemeire Terça, 05 Março 2019 11:24 postado por Rosemeire

    E quem se aposentou e dedicou anos da sua vida a educação fica sem nada, né?
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário Ivonete Sábado, 02 Março 2019 19:01 postado por Ivonete

    E os inspetores?
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário Sonia Sábado, 02 Março 2019 01:00 postado por Sonia

    Um bravo pra JHC! O único que realmente tem lutado pela classe dos profissionais da educação em relação aos precatórios, mas infelizmente , não temos uma decisão final sobre o citado recurso. Isso é um martírio.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.