Sexta, 08 Novembro 2019 09:37

João Doria vai mudar Previdência de servidores públicos

Avalie este item
(6 votos)

O governador João Doria (PSDB) anuncia nesta sexta-feira (8) as novas regras de aposentadoria para os servidores públicos do estado de São Paulo. O projeto com as normas deverá ser apresentado ao meio-dia, após reunião aberta do governador com os secretários no Palácio dos Bandeirantes (zona sul).
 

A expectativa é que as regras sejam as mesmas a serem adotadas na União, instituindo idade mínima nas aposentadorias, de 65 anos, para homens, e de 62 anos, para mulheres.
 

Outra mudança que deverá ser anunciada é a elevação da alíquota de contribuição previdenciária dos funcionários públicos. Se seguir o modelo federal, as alíquotas vão de 7,5% a 22%. Caso adote o modelo que já existe na Prefeitura de São Paulo, a contribuição à Previdência poderá ser de 14% sobre o salário.
 

Fonte: Agora São Paulo

6 comentários

  • Link do comentário Silvio Dias Quarta, 13 Novembro 2019 14:53 postado por Silvio Dias

    Não podemos deixar que aumentem a idade para aposentadoria.Quem já está na ativa merece respeito. Para se aposentar deveria contar apenas o tempo de contribuição no magistério . É muito injusto colocar transição . No magistério paulista já temos idade minima que embora considero injusta ,pois se a pessoa começar a trabalhar muito cedo teria que ter o direito de aposentar mais cedo .

  • Link do comentário Wagner Pulzi Terça, 12 Novembro 2019 08:59 postado por Wagner Pulzi

    Sinceramente eu gostaria de saber quais são as ações reais do CPP em relação à nossa vida funcional. São milhares de associados, pagando quase 40 reais, e não percebo mudanças realmente significativas, sendo que, pelo menos acompanhando pelo site, isso fica claro. São apenas reclamações sobre o que está acontecendo com uma pequena nota do CPP do tipo "O CPP não admitirá tal coisa", "O CPP cobrará explicações", etc. Não vejo ações quanto ao reajuste, não vejo ações quanto ao plano de carreira, não vejo ações que possam realmente significar um avanço. Quando preciso sanar alguma dúvida, é porque realmente não encontrei a informação e, quando envio e-mail para tentar alguma resposta ou explicação, são respostas vagas, citando trechos de leis e, quando a dúvida é uma afirmação do tipo "ouvi falar", caso seja afirmativa, uma única linha resumindo a resposta dizendo "Está correto, professor". Nós acabamos nos filiando por puro receio, na verdade, acreditando que teremos necessidade. Não vejo mais por esse ângulo. Está cada vez mais difícil acreditar que há realmente uma preocupação.
    CPP: encaminhado à Presidência. Aguarde retorno por e-mail. Att.

  • Link do comentário Zoraia Marquês Sábado, 09 Novembro 2019 07:11 postado por Zoraia Marquês

    Segunda aposentadoria como ficaria agora.
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail. Att.

  • Link do comentário Antonio Alves Leite Sexta, 08 Novembro 2019 22:01 postado por Antonio Alves Leite

    E O NOSSO REAJUSTE, dória não fala nada, seu secretário também nunca acha a solução, nossos sindicatos de mãos cruzadas, abrindo as somente para tomar um cafézinho com eles, e até agora nada,nada,nada, Ahhh será que ele sabe que se não acha uma solução para nosso reajuste, nós também não achamos nosso DIPLOMA, nós o conquistamos com muitos estudos e muitas lutas.seu secretário QUEM PROCURA ACHA SABIA ?
    CPP: encaminhado à Presidência. Aguarde retorno por e-mail. Att.

  • Link do comentário Marcia Aparecida Branquinho Nogueira Sexta, 08 Novembro 2019 15:29 postado por Marcia Aparecida Branquinho Nogueira

    E o sindicato, CPP, fará o quê? Vamos ficar de braços cruzados esperando?
    CPP: encaminhado à Presidência. Aguarde retorno por e-mail. Att.

  • Link do comentário Adna Cristina da Silva Sexta, 08 Novembro 2019 10:08 postado por Adna Cristina da Silva

    Sou PEB II Readaptada e pergunto:
    Se o governador quer seguir o modelo do município de São Paulo, por que não "copia" primeiramente os salários e o Plano de carreira?
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail. Att.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.