Quarta, 24 Junho 2020 12:34

Governo quer aulas presenciais em 8 de setembro em SP

Avalie este item
(0 votos)
Governo quer aulas presenciais em 8 de setembro em SP Pixabay

Proposta é de retorno em três etapas, com 35%, 70% e 100% dos estudantes; professores não foram consultados

O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta quarta-feira (24) o plano de retomada das aulas no estado de São Paulo pós-quarentena. As atividades presenciais, abrangendo universidades e escolas públicas e privadas, estão programadas para recomeçar em 8 de setembro, com planejamento dividido em três fases. Na primeira, 35% dos estudantes serão permitidos; na segunda, 70%; e na última, a totalidade. O detalhamento da divisão será anunciado posteriormente, sendo o da rede estadual em julho. Cada etapa estará vinculada aos indicadores de Saúde do Plano São Paulo, cujos municípios são classificados de acordo com a incidência do coronavírus.

As novidades foram detalhadas pelo secretário de Educação, Rossieli Soares, que apresentou o chamado "Plano de Retorno da Educação". O documento foi elaborado com apoio de algumas instituições, mas nenhuma que representasse os professores de São Paulo. O governo ouviu a Associação Brasileira de Escolas Particulares (Abepar) e o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de SP (Sieeesp), por exemplo, e ignorou as entidades do magistério paulista.

Haverá condições para retomada das aulas. Escolas só poderão reabrir com 35% dos estudantes se o município do qual fizer parte estiver na fase 3 de flexibilização da quarentena. Hoje, a cidade de São Paulo está na fase 2. A maior parte dos alunos só poderá voltar quando o município estiver da fase 4 em diante, que permite maior abertura da economia no estado. Municípios terão autonomia para decidir a composição do percentual (estudantes do ensino fundamental, médio etc.).

Diversos protocolos de segurança sanitária deverão ser seguidos pelas instituições de ensino. Um decreto com as normas será publicado em 2 de julho. Unidades de educação infantil seguirão protocolos próprios de acordo com as redes municipais de ensino, que devem observar as condições locais para retorno. Todas as medidas serão esclarecidas futuramente, mas a gestão Doria já adiantou que está prevista formação para professores.

Entre as medidas, destacam-se:

  • Obrigatoriedade do uso de máscara e distanciamento social de 1,5 metro entre as pessoas nas instituições de ensino, especialmente em sala de aula, exceto na educação infantil;
  • Proibição por tempo indeterminado de feiras, palestras, seminários, competições e campeonatos esportivos, comemorações e assembleias;
  • Organização dos horários de entrada e saída, evitando aglomeração e preferencialmente fora dos horários de pico do transporte público;
  • Revezamento de turmas em horários de intervalo ou recreio;
  • Continuidade do ensino remoto combinado com o presencial.


As instituições de ensino não poderão permitir a permanência de pessoas sintomáticas para Covid-19. A orientação é que pais ou responsáveis afiram a temperatura dos estudantes. Caso a temperatura esteja acima de 37,5, a recomendação é que o estudante fique em casa. As escolas também devem aferir a temperatura dos estudantes na entrada.

  • Profissionais e alunos que fazem parte do grupo de risco devem ficar em casa e realizar as atividades remotamente;
  • Recomenda-se separar uma sala ou área para isolar pessoas que apresentem sintomas do coronavírus, até que possam voltar para casa.


A limpeza pessoal e dos ambientes deverá igualmente ser foco de atenção, inclusive abrangendo comunicação para que funcionários e estudantes conheçam os riscos e procedimentos adotados. Será necessário:

  • Higienizar frequentemente as mãos com água e sabão ou álcool gel 70%;
  • Higienizar prédios e salas de aulas, principalmente superfícies tocadas por muitas pessoas (grades, mesas, carteiras, puxadores, corrimões), antes do início das aulas em cada turno e sempre que necessário;
  • Higienizar banheiros, lavatórios e vestiários antes da abertura, após o fechamento e, no mínimo, a cada três horas;
  • Disponibilidade de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) aos funcionários conforme o tipo de atividade;
  • Fornecimento de água potável de modo individualizado (bebedouro compartilhado será proibido. Governo fala em uso de caneca pessoal para estudantes e profissionais);
  • Recolhimento de lixo no mínimo três vezes ao dia;
  • Prioridade para ambientes ventilados. Recomenda-se salas de aula com portas abertas, para evitar toque em maçanetas.

Em relação à comunicação, as unidades de ensino devem sinalizar as famílias e os estudantes sobre o calendário de retorno e protocolos com no mínimo 7 dias de antecedência. Deve-se priorizar o atendimento ao público por canais digitais (telefone, aplicativos, online) e promover materiais para distribuição nas instituições, incluindo dicas de prevenção à Covid-19.

Tanto o governador quanto o secretário ressaltaram que as medidas seguem diretrizes internacionais com êxito em diversos países. Foram apresentadas comparações com a Dinamarca, Chile, França, Holanda, África do Sul, China e Alemanha.

2 comentários

  • Link do comentário  Sebastião José Dos Santos Quarta, 24 Junho 2020 17:05 postado por Sebastião José Dos Santos

    Sou professor Peb 2- sOU DOGRUPO DE RISCO, POIS TENHO 50 ANOS, E VOU FAZER 60 NO FINAL DO ANO . GOSTARIA DE SABER COMO FICA Á MINHA SITUAÇÃO NA VOLTA ÁS AULA PRECENCIAIS.
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário Sérgio Lauro Brevedan Quarta, 24 Junho 2020 15:43 postado por Sérgio Lauro Brevedan

    O governo detalha tudo. Só não comenta sobre pó reajuste salarial dos professores que ir ao totalizar 7 anos de congelamento. Jogaram as propostas para a ALESP pelega sendo lá engavetados pelos cúmplices do governo. E UMA VERGONHA

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.