Quarta, 09 Setembro 2020 14:42

CPP na mídia: Professores protestam contra o retorno às aulas

Avalie este item
(0 votos)
CPP na mídia: Professores protestam contra o retorno às aulas EBC

Governo sinaliza que retomada de atividades curriculares pode ocorrer a partir de 7 de outubro; professores protestam contra volta às aulas


Escolas públicas e particulares do estado de São Paulo podem reabrir a partir desta terça-feira 8 para ofertar atividades presenciais de reforço e acolhimento dos estudantes. Segundo a secretaria estadual de Educação, 128 dos 645 municípios do estado (cerca de 19,8%) planejam abrir as escolas em setembro.


Neste momento, as escolas poderão oferecer atividades de reforço e recuperação da aprendizagem; acolhimento emocional; orientação de estudos e tutoria pedagógica; plantão de dúvidas; avaliação diagnóstica e formativa, atividades esportivas e culturais.

Também está previsto o uso da infraestrutura de tecnologia da escola para estudo e acompanhamento de atividades escolares não presenciais.

O governo sinaliza que deve retomar atividades curriculares a partir de 7 de outubro. De acordo com as normas publicadas pelo Estado, as atividades presenciais só poderão ocorrer em escolas que estiverem em regiões na fase amarela do Plano São Paulo nos últimos 28 dias.

A volta gradual das escolas acontece em meio a protesto de professores. Na semana passada, a Federação dos Professores do Estado de São Paulo (Fepesp), o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) e o Centro do Professorado Paulista (CPP) moveram uma ação pública na Justiça contra o retorno das aulas.

As entidades consideram prematuro o retorno às unidades escolares e alegam que o plano estadual não oferece segurança aos estudantes, professores e demais servidores da educação. Em agosto, as entidades recorreram ao Ministério Público pautando a mesma questão.

Fonte: Carta Capital

1 Comentário

  • Link do comentário Cláudio Ernesto Quinta, 10 Setembro 2020 08:36 postado por Cláudio Ernesto

    A reabertura das escolas, claramente tem caráter político e não educacional. O que se pensa é nas eleições de Novembro. As escolas são locais de votação e sem elas o pleito fica comprometido. É obvio que aumentarão os casos de covid e as mortes. Posso entrar com mandado de segurança via cpp, recusando voltar ao presencial?

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.