Quinta, 18 Fevereiro 2021 16:02

Audiência pública na luta pela aprovação do PDL 22/20

Avalie este item
(3 votos)

Várias categorias se unem em prol de um objetivo comum: pressionar e barrar os descontos abusivos da previdência


Para reforçar a luta pela aprovação do Projeto de Decreto Legislativo 22/2020, que revoga a cobrança de contribuição previdenciária sobre os proventos e pensões com valores entre o salário mínimo nacional e o teto do INSS, o deputado Carlos Giannazi (PSOL) promoveu, na quinta-feira passada (11 de fevereiro), uma audiência pública com representantes de dezenas de entidades do funcionalismo.

O Centro do Professorado Paulista faz parte desta luta contra o confisco do governador João Doria (PSDB). O consenso geral entre os participantes foi o de que está havendo uma ataque generalizado aos direitos sociais de toda a população.


Isso porque, se está havendo uma desumanidade com os servidores aposentados e seus pensionistas, em uma visão mais abrangente, o que se vê é o desmonte gradual de todos os serviços públicos. E essa política, que desmantela a estrutura de bem-estar social, impactará justamente na população ainda mais carente, que não pode pagar plano de saúde, escola particular etc.

Coordenada pelos sindicalistas José Gozze e Lineu Manzano, a Frente Paulista em Defesa do Serviço Público está fazendo uma grande mobilização no sentido de sensibilizar a Assembleia Legislativa para acabar com essa cobrança indevida. Mesmo porque, durante as negociações feitas para que a Casa aprovasse a reforma da Previdência estadual, "o governador garantiu aos deputados da base que de forma alguma os menores proventos seriam atingidos", dstacou Maricler Real, presidente da AASTJ-SP, uma das 80 entidades de classe engajadas na frente.

Giannazi encerrou o encontro virtual citando que vários deputados que votaram a favor da reforma da previdência se disseram enganados e que apoiariam o PDL 22.

A próxima reunião virtual da Frente Paulista em Defesa do Serviço Público está prevista para a próxima segunda-feira (22), quando será definida carreata e manifestação na Alesp, em 15 de março.

Os ativistas estão entusiasmados pois milhares de visualizações e inúmeros compartilhamentos foram feitos. "A última audiência atingiu um número significativo de pessoas, e foi um sucesso. Agora é arregaçar as mangas e seguir em frente", afirma Lineu Manzano.

É importante continuar mandando mensagens aos deputados via e-mail, Facebook, Instagram e Twitter.

Todos pela aprovação imediata do PDL 22, para revogar o confisco.

Abaixo-assinado contra o PL 529: Assine o documento virtual

Lido 783 vezes

1 Comentário

  • Link do comentário Jose Antonio Melchior Dos Reis Sexta, 19 Fevereiro 2021 15:31 postado por Jose Antonio Melchior Dos Reis

    Essa é uma luta de todos.
    Vamos perseverar para que este governo desfaça o absurdo.
    Parabéns CPP.
    Estou aguardando ansioso a vitória.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.