Sexta, 27 Dezembro 2019 15:49

Deputado estadual Madalena manifesta apoio aos professores

Avalie este item
(0 votos)
Deputado estadual Madalena manifesta apoio aos professores Foto: divulgação

Os responsáveis das sedes regionais do CPP de Ourinhos e Santa Cruz do Rio Pardo, Mércia Maria Gonçalves Neto e José Ballielo (Tostão), acompanhados por membros da diretoria da entidade, foram recebidos em 7 de dezembro pelo deputado estadual Ricardo Madalena (PL). Eles trataram de várias questões relativas aos prejuízos ocasionados ao magistério na proposta de reforma da Previdência Estadual.
 

A crítica principal, acolhida pelo deputado, foi a pretensão do aumento do índice de desconto previdenciário de 11% para 14%. Eles também falaram da reestruturação da carreira do professor e da proposta de aumentar o desconto do Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público de São Paulo) de 2% para 3%.
 

Além da Previdência, Madalena mostrou-se interessado nas mudanças na carreira do professor. "Demonstramos a nossa grande preocupação com o futuro do magistério paulista", disse. Ele deixou claro a importância de haver reuniões como esta, em todas as regiões do estado, para que os outros parlamentares possam se conscientizar sobre os pontos prejudiciais e ajudar a defender a categoria.
 

Para o deputado Ricardo Madalena, a reivindicação é mais do que justa em razão da importância que os profissionais da educação têm na sociedade. "Os professores precisam ser mais valorizados. São eles os grandes agentes de mudanças e formadores das novas gerações, essenciais para a sociedade e para o desenvolvimento de um país. Por isso, merecem ser tratados com mais atenção e respeito pelo poder público, estamos juntos nesta luta em favor de uma proposta salarial condizente com o mérito de cada professor que exerce sua profissão com grande empenho e carinho pela causa social", concluiu o deputado, finalizando: "No que depender de mim, professor não fica sem salário".
 

Os diretores das regionais combinaram a próxima reunião do congressista com os professores, para janeiro, durante o recesso parlamentar, na sede de Ourinhos.

 

1 Comentário

  • Link do comentário Ana Quinta, 02 Janeiro 2020 23:50 postado por Ana

    É muito pior ter que trabalhar 40 anos para ter salário integral, enquanto que hoje é 30 anos. Isso é muito pior.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.