Quarta, 05 Fevereiro 2020 18:20

Vereador Azuaite França repudia "ataque à Educação"

Avalie este item
(0 votos)
Vereador Azuaite França repudia "ataque à Educação" Foto: divulgação

O vereador Azuaite Martins de França (Cidadania), diretor do CPP São Carlos, repudiou o "ataque à educação" configurado nas ações criminosas que atingiram dois estabelecimentos escolares na cidade.
 

No dia 29, cerca de vinte professores foram assaltados por três elementos encapuzados no interior da Escola Estadual João Batista Gasparin, no Jardim Zavaglia, e, neste final de semana, o Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Dário Rodrigues, localizado no CAIC da Cidade Aracy, foi invadido por delinquentes que vandalizaram banheiros e salas de aula. No local houve destruição de pias, encanamento, fiação, paredes, armários, brinquedos e materiais didáticos.
 

Azuaite manifestou solidariedade e apoio aos professores atingidos e à direção e comunidade escolar das duas unidades de ensino. Expressou também solidariedade à Diretoria Regional de Ensino e à Secretaria Municipal de Educação. "Esse absoluto desrespeito à educação não pode ficar sem uma enérgica reação da sociedade e das autoridades. Se as pessoas se calam, estimulam a repetição desses ataques ou até mesmo delitos mais graves", alertou.
 

A violência contra professores e unidades escolares, conforme ressaltou, não pode ser banalizada ou fazer parte do cotidiano da sociedade. "São Carlos é uma cidade cujo progresso está fundamentado na educação, no conhecimento", afirmou. "No instante em que as unidades escolares passam a ser atacadas impunemente e veem indefesas, a civilidade é ameaçada e barbárie se impõe", declarou.
 

O parlamentar entende que a repercussão de ambos os casos foi discreta diante da gravidade do que ocorreu. Na Escola Estadual João Batista Gasparin, situada na rua Soldado Eliseu da Silva, 800, no Jardim Zavaglia, "ficou evidente a falta de segurança a que estavam expostos os professores que foram abordados por marginais armados com facas". Na ação, os bandidos levaram celulares e documentos dos educadores.
 

Para Azuaite, o policiamento preventivo nas imediações das escolas e o serviço de vigilância e monitoramento por câmeras no interior das unidades não podem ser negligenciados. "É inadmissível que professores e a comunidade escolar de estabelecimentos de ensino localizados em bairros da cidade estejam indefesos e convivam com uma realidade de medo e riscos que podem ser evitados". O vereador defendeu parcerias da comunidade com as escolas, por meio da adoção de algumas unidades, para melhorar as condições do estabelecimento. "Precisamos estabelecer pactos de confiança para gerar proteção àqueles que trabalham e estudam nas escolas", concluiu.

1 Comentário

  • Link do comentário Antonio Augusto de Araujo Vedoveli Quarta, 05 Fevereiro 2020 21:10 postado por Antonio Augusto de Araujo Vedoveli

    O Azuaite tem que entender que sem mudar a sociedade não muda-se a Educação. Isso se daria através de uma nova forma de fazer Política Pública.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.