A professora Laismeris Cardoso de Andrade, diretora da Sede de São Bernardo do Campo, foi homenageada pelo jornal Divulgação Exata, ao ter o seu texto, exaltando o professor pelo seu dia, 15 de outubro, publicado.
 

– É preciso refletir! – É preciso pensar Educação!

– É preciso pensar, ver e enxergar Educação!
 

É preciso pensar que o Professor é o “operário de uma construção”, e que ao final de cada etapa constrói edifícios humanos sem o perceber, mas consciente que trabalhou com amor, mesmo com todos os percalços que aos profissionais são impostos, principalmente ao “Professor”. Descaso quanto à capacitação destes profissionais tirando-lhes a segurança no exercício prático de sua profissão. Os projetos caem nas escolas sem que o Professor saiba, e a sensação que se tem é que cada um seja uma fórmula dos céus.
 

É preciso pensar que estes profissionais têm sido massacrados nas últimas décadas de uma forma sempre a punir ou criar o temor pelas faltas. Muitos são os artifícios para impedir faltas: dificuldades na realização de perícias médicas, agendam a longas distâncias. Final de ano se desesperam na expectativa do que será o amanhã, aguardando as surpresas para o próximo ano. O Natal é precedido pelo medo, a angústia do que se vai mudar.
 

As decisões chegam como se fossem para punir, se dão por um lado, retiram do outro. “O Professor”  forma, encaminha, e é o “Agente da Educação”. Todos passam pela sua construção.