O Ranking Mundial de Educação, divulgado hoje, 13, pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), mostra que o Brasil caiu duas posições, ficando em 60º posição. Em 2015, a posição era 58º. O ranking avalia 76 países por meio do desempenho de alunos de 15 anos em testes de ciências e matemática. 

 

Na lista, o Brasil ficou atrás da Tailândia (47º), Irã (51º), Malásia (52º), Chile (48º) e Uruguai (55º). As melhores colocações ficaram entre os países asiáticos, sendo Cingapura, Honk Kong, Coreia do Sul, Japão e Taiwan. 

 

Para o diretor educacional da OCDE, Andreas Schleicher, é a primeira vez que o ranking consegue ter uma escala efetivamente global sobre a qualidade da educação. O ranking será apresentado oficialmente na próxima semana, durante o Fórum Mundial de Educação, na Coreia do Sul.

 

Secom/CPP