Sexta, 05 Outubro 2018 17:21

João Doria desiste de entrevista para falar de Educação

Leandro Silva
Avalie este item
(4 votos)
João Doria desiste de entrevista para falar de Educação Foto: divulgação/PSDB

Candidato ao governo pelo PSDB, ex-prefeito de São Paulo aceitou participar da série sobre Educação em 8 de agosto, respondendo a perguntas por e-mail, mas cancelou envio de respostas

 

O tucano João Doria, candidato ao governo de São Paulo pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), desistiu de falar de Educação com professores da rede pública de ensino do estado. Ele foi convidado para participar da série "Eleições 2018 — Como a Educação chegará às urnas?" em 8 de agosto, por meio da assessoria de imprensa, e aceitou o convite. As perguntas foram encaminhadas por e-mail, com prazo de retorno até 10 de setembro, mas não houve envio de respostas.


Contatada, a assessoria do candidato informou que a intensa agenda política de Doria impossibilitara a participação, o que foi justificativa do cancelamento. O Portal CPP prorrogou o prazo de envio de respostas para esta terça-feira, 2 de outubro, mas não recebeu retorno. 

O programa de governo do peessedebista, disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), começa pelo tema Educação. O texto preenche uma página e meia, o qual é reproduzido abaixo na íntegra. Dessa forma, os professores podem acompanhar ao menos quais são as propostas de Doria para a educação paulista. Ele é líder nas pesquisas de intenção de voto para o Palácio dos Bandeirantes. 

Educação

Temos a convicção de que o desenvolvimento sustentável só se efetiva mediante a oferta de uma educação de qualidade, num esforço colaborativo envolvendo o estado, a família e a sociedade, conforme preconiza o próprio artigo 205 da Constituição Federal. Também, em consonância com este mesmo artigo, quando falamos em qualidade estamos nos referindo ao desenvolvimento pleno das pessoas, preparando-as, não só para atender as novas demandas do século XXI, mas para que possam ter uma vida plena, o que em última análise corresponde ao seu sucesso pessoal, social e profissional. Por isso, a educação ocupa um lugar de destaque nas sociedades contemporâneas e nas políticas públicas de governos que têm compromisso com o futuro das pessoas. E o futuro é agora!

Desenvolver plenamente as pessoas significa para nós o desafio de oferecer uma educação integral, na qual as pessoas possam ter assegurado o seu direito constitucional ao aprendizado pleno. O mercado do trabalho está passando por transformações profundas, carreadas pela automação dos processos e impactando a vida de milhões de pessoas. Isso exige pessoas preparadas para além dos aspectos cognitivos, mas que possuam habilidades desenvolvidas, como abertura ao novo, colaboração, pensamento crítico, criatividade, comunicação, entre outras que lhes permitam responder as atuais e futuras demanda deste novo mundo do trabalho 4.0.

Assegurar esse desenvolvimento pleno significa oferecer uma nova escola para as nossas crianças e os nossos jovens, com professores valorizados e bem formados, com gestores profissionais e preparados para trabalhar em prol de uma gestão por resultados, na perspectiva de alcançar as metas educativas das políticas públicas e da própria sociedade organizada.

Temos a consciência de que jovens bem preparados mediante a oferta dessa educação integral, vão precisar ter assegurado pelas políticas governamentais, a continuidade dos seus estudos – que possam ir além de uma educação de base. Nesse sentido, estamos comprometidos com os esforços que vão além do ensino médio, seja na oferta de uma educação profissional e tecnológica, seja no acesso ao ensino superior.

Por fim, e não menos importante, estamos também conscientes de que o país, e o próprio estado de São Paulo, tem ainda dívidas educacionais do passado com a sua população. Nesse sentido, estamos particularmente nos referindo à alfabetização de nossas crianças. Não é mais admissível, em pleno século XXI, que tantas crianças ao completar sete anos de idade ainda não estejam alfabetizadas. Esse é um compromisso inadiável.

BIOGRAFIA

João Doria Júnior nasceu em São Paulo em 1957 (60 anos), filho de João Doria, publicitário e ex-deputado federal. É jornalista, publicitário e empresário. Aos 38 anos fundou a LIDE, Grupo de Líderes Empresariais, que hoje conta com mais de 400 empresas.  É presidente do Grupo Doria, voltado a comunicação e marketing. Foi apresentador de programas de TV, como Show Business e O Aprendiz. Elegeu-se prefeito da cidade de São Paulo em 2016, em primeiro turno, com 53,29% dos votos válidos. Deixou o cargo para se candidatar ao governo de São Paulo. Declarou R$ 189,8 milhões ao TSE.