Motumbá artes de raízes africanaas no sesc Belenzinho

Programação da mostra traz cursos gratuitos e bate-papos abertos ao público em janeiro

 

Se ser um cidadão mais participativo ou aprender novas habilidades artísticas está entre suas metas para 2017, fique atento ao calendário da mostra Motumbá – Memórias e Existências Negras para o primeiro mês do ano.

 

Se a ideia é conversar e debater sobre temas atuais, a mesa Cultura Marginal: Descentralização, Territorialidade e Quilombos Urbanos (Dia 17/01), parte da série Escambo de Ideias, propõe reflexões sobre a história e a cidade de São Paulo, os seus diversos mecanismos de exclusão social e os artistas marginais dentro deste contexto. A agenda de debates inclui também o bate-papo Representação, Empoderamento e Protagonismo da Mulher Preta nas Artes (31/01), da mesma série, com foco nas produções de artes cênicas e nos estereótipos reproduzidos pela grande mídia.

 

Já entre as oficinas, o segmento de Dança conta com as aulas de Forças da Natureza: “Passado, Presente, Futuro” (de 13 a 15/01) ministradas pelo coreógrafo americano Clyde Morgan, que trará poemas, desenhos e esculturas como estímulos criativos, incentivando os participantes a examinarem as energias e potências renovadoras e da herança Afro-Brasileira.

O estilo Jongo, dança brasileira de origem africana praticada ao som de tambores, não poderia ficar de fora. E para isso, serão organizadas duas oficinas. Causos e Passos do Jongo (15/01), com Jociara Souza, e Jogue esse Jongo (29/01), com a comunidade Dito Ribeiro, de Campinas.

 

Dança urbana carioca que virou febre entre os jovens do Brasil inteiro, a Oficina de Passinho (28/01) oferecerá uma aula para representantes de todas as idades, sendo ministrada por ninguém menos que os dançarinos do espetáculo Suave, que também vai ao palco entre os dias 27 e 29, como parte da programação de dança da Motumbá.

 

Até mesmo os entusiastas da moda serão contemplados com as oficinas. Dona Jacira Oliveira comandará as Experimentações Têxteis (10 a 31/01), em quatro encontros que incentivam a criação com tecidos. Já Estéticas afro-brasileiras: como contamos nossas histórias através da vestimentas (12/01 a 2/02), ministrada pela estilista Hanayrá Negreiros, combina práticas e conversas sobre as várias estéticas negras presentes no Brasil.

 

Com o objetivo de compartilhar os processos de criação do NEGA – Núcleo Experimental de Arte Negra e Tecnologia, de Belo Horizonte, Gil Amâncio e Gabriela Guerra encabeçam as aulas Imersão no Ciberterreiro (31/01 a 5/02) num ambiente inter-mídia que combina a cultura africana,improvisação, além da criação de narrativas sonoras, visuais e coreográficas de tecnologias digitais.

 

No segmento de Literatura, o Sarau da Kambinda (11/01) é, na verdade, um bate-papo que traz a artista Raquel Trindade e sua família evidenciando o Legado de Solano Trindade com muitas histórias, poesias e música. E, como o próprio nome diz, A Valorização da Oralidade nas Culturas Africanas e Afro-brasileira (11 e 13/1) será uma oficina em que Kiusam de Oliveira reflete os aspectos fundamentais das contações de histórias de modo tradicional, tendo corpo e voz como instrumentos.

 

Realizada desde novembro, a mostra Motumbá – Memórias e Existências Negras integra diversas linguagens artísticas e ações culturais para apresentar um panorama das poéticas, estéticas e temáticas produzidas e interpretadas por grupos e artistas negros ou periféricos. Até março, ele reúne no Sesc Belenzinho apresentações de teatro, dança, música e literatura, entre outros gêneros artísticos.

Motumbá – Memórias e Existências Negras

Data: Até março de 2017

Local: Sesc Belenzinho

Endereço: Rua Padre Adelino, 1000, Belenzinho, São Paulo (SP)

Mais informações: (11) 2076-9700 ou no site 

Agendamento de grupos: pelo email agendamento@belenzinho.sescsp.org.br ou (11) 2076-9704. Atendimento das 10h às 17h.

Estacionamento: Credencial Plena – Primeira hora: R$ 4,50. Adicional por hora: R$ 1,50.

Outros – Primeira hora: R$ 10,00. Adicional por hora: R$ 2,50. Preço promocional para espetáculos – Credencial Plena: R$ 5,50. Outros: 11,00.