A proposta do governo Michel Temer (PMDB) para a reforma da Previdência poderá ter grande impacto sobre segurados que começaram a contribuir mais tarde com o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para obter a aposentadoria por idade.

 

Pela regras atuais, mulheres a partir dos 60 anos de idade e homens com 65 anos podem receber uma aposentadoria ao completar 15 anos de contribuições ao INSS.

 

Quem se aposenta com esse período mínimo de recolhimentos garante um benefício equivalente a 85% da média dos seus 80% dos maiores salários de contribuição desde julho de 1994.

 

Mas se as mudanças propostas pela equipe econômica de Temer forem aprovadas, esse benefício só será permitido para segurados que já tiverem completado as idades de 45 anos (mulheres) e 50 anos (homens) na data de publicação da nova lei da Previdência.

Fonte: Agora São Paulo