O Centro do Professorado Paulista conhece como ninguém os números expressivos de mulheres que compõem o ensino brasileiro. Fato incontestável, afinal, a base da educação do nosso país é alicerçada por um universo feminino, em sua maioria.

Como a luta pela sobrevivência e a corrida para o sucesso desafiam cada vez mais o limite do bom senso e da ética, a saída, então, aponta para a educação, o caráter e a dignidade.

Por isso, é inegável: as mãos que conduzem o ensinamento e os ombros que carregam a responsabilidade de formar cidadãos conscientes pertencem às educadoras. Professoras, diretoras, supervisoras – brasileiras que acordam cedo para encarar jornadas insanas num cotidiano impetuoso, que só quem enfrenta pode mensurar.

No momento em que o Brasil está cada vez mais carente de valores morais, é importante lembrar, especialmente na passagem do Dia Internacional das Mulheres, que o nosso país ainda não percebeu que só conseguirá ir avante quando fizer justiça a quem suporta a educação.

 

Enquanto isso, vemos o brio, a inteligência e o dinamismo das heroínas brasileiras esbanjarem talento, sem pouparem suor na participação do desenvolvimento de nossa terra – ainda que não sejam reconhecidas como merecem, motivo pelo qual o CPP as enaltece e as parabeniza nesta data.