Exposição do australiano Ron Mueck atrai público em São Paulo por obras que retratam, com perfeição, os seres humanos

A excelência dos detalhes e a proximidade com a realidade é o que tem chamado a atenção do público na exposição Ron Mueck. Para se ter uma ideia, no primeiro sábado da mostra muitos visitantes chegaram a aguardar até duas horas na fila. Eles garantem que vale a pena.

 

As obras de Mueck estão expostas em nove salas da Pinacoteca do Estado de São Paulo, no Centro da cidade. Além da semelhança com os seres humanos, em cada uma de suas criações, o artista tenta passar uma mensagem diferente e faz o público refletir.

 

Na obra ‘Juventude’, por exemplo, um rapaz negro ferido faz os visitantes pensarem a respeito da violência urbana atual contra a juventude. Outra obra que chama a atenção é a ‘Máscara II’, um autorretrato do artista, que também leva o público a uma autorreflexão.

 

As esculturas têm diferentes tamanhos e nenhuma delas corresponde ao tamanho real de um ser humano. Para criar as obras, Mueck usa diversos tipos de materiais como fibra de vidro, silicone, resina e acrílico. A base das esculturas é feita de argila. Em uma das salas da exposição, há um vídeo em que o artista mostra como funciona a sua técnica.

 

Ron Muek nasceu em 1958, na Austrália, mas atualmente mora em Londres. Criado em uma família de fabricantes de brinquedos, desde pequeno o artista teve contato com técnicas de criação e animação de bonecos. Depois de trabalhar com publicidade, cinema e televisão, Mueck passou a se dedicar à produção artística.

 

Serviço

 

Exposição Ron Mueck

Pinacoteca do Estado de São Paulo

Praça da Luz, 2 Centro

Telefone (11) 3324-1000

De terça a domingo, das 10h às 17h30

Ingressos: R$ 6

Às quintas, das 10h às 22h, após às 17h a entrada é gratuita.

Grátis aos sábados

Até fevereiro de 2015.

 

Secom/CPP