Escolas de São Paulo podem incluir trabalhos na 5ª edição

Escolas públicas de todo o Brasil que se inscreveram na 5ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro têm até o dia 19 para incluir os trabalhos selecionados no site. Em São Paulo, 4.605 escolas participam do Programa. Além das estaduais, houve adesão das redes municipais de 475 municípios.

Após esta etapa escolar acontecem as etapas municipal e estadual. Deste processo, são escolhidos os 500 trabalhos que seguirão para a semifinal, 125 de cada gênero. As comissões julgadoras são compostas por pais, membros da comunidade, especialistas de universidades, representantes das instituições parceiras, do MEC e da Fundação Itaú Social.

Para a final serão selecionados 152 textos, 38 de cada gênero. A cerimônia de premiação acontece no dia 06 de dezembro, quando serão conhecidos os 20 ganhadores, cinco de cada categoria.

A 5ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro recebeu mais de 170 mil inscrições e teve a adesão de todos os estados brasileiros, 4.874 municípios e quase 40 mil escolas. O principal objetivo é mobilizar os professores para o ensino da Língua Portuguesa e oferecer formação ao docente para aperfeiçoar a didática de produção de textos.

Os trabalhos inscritos são divididos em quatro gêneros, de acordo com as séries: Poemas para alunos de 5º e 6º anos do Ensino Fundamental, Memórias Literárias para 7º e 8º anos, Crônica para 9º e 1º do Ensino Médio e Artigo de Opinião para os estudantes de 2º e 3º anos do Ensino Médio.

A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro é desenvolvida pela Fundação Itaú Social e o Ministério da Educação (MEC), com a coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec). Tem como tema “O lugar onde vivo”, para que os alunos possam estreitar os vínculos com a comunidade.