A Secretaria da Educação publicou a promoção de 16.308 educadores da rede estadual paulista por meio do Programa de Valorização pelo Mérito. Assim,  os professores, supervisores de ensino e diretores chegaram a um novo salário após passarem por processo de desempenho.

 

Do total de contemplados, 15.547 são professores. Desta forma, os servidores podem ganhar até R$ 472 a mais por mês.

 

A lista de profissionais, foi publicada, no Diário Oficial do Estado de São Paulo, em 2 de novembro de 2013.

 

Com a promoção, a Secretaria aumenta em R$ 5,6 milhões a folha de pagamento mensal da rede de ensino e o próximo salário será depositado no 5º dia útil de dezembro. O retroativo ao mês de julho será pago em folha suplementar. Além da avaliação aplicada em todas as 91 Diretorias de Ensino, são exigidos outros critérios para participar do processo, como tempo de atuação contínuo de pelo menos quatro anos no mesmo cargo e o mínimo de 2.304 pontos de assiduidade, no caso de servidores enquadrados na Faixa 1 de salário por exemplo.

 

 

A SEE informa, também que, os professores promovidos deverão aguardar um intervalo mínimo de três anos para concorrer em novo processo. A avaliação é repetida anualmente para os profissionais da Educação e os contemplados recebem 10,5% de aumento do salário-base o que também amplia os valores das vantagens financeiras adquiridas durante a vida funcional.Foram promovidos 9.659 educadores da faixa 1 para a faixa 2, o que representa um ganho salarial de até R$ 386,00 mensais para cada servidor. Neste ano, pela primeira vez, o alcance da Valorização pelo Mérito foi ampliado e também puderam participar os funcionários que estão na faixa 3. Foram 6.649 profissionais que passaram para a faixa 4, com uma ampliação salarial que pode chegar a R$ 472,00.